arquivos para download

baixe aqui os ultimos arquivos enviados

Olá


TÍTULO

DESCRIÇÃO

EVENTO

GRUPO

Ir para pasta:

Fique atento às novas taxas do cheque especial

DATA: 05/02/20 Orçamento

Recentemente, foi divulgada uma notícia de que o Banco Central aprovou novas regras que permitem aos bancos cobrarem uma tarifa do cheque especial, mesmo de quem não usa. Portanto, a partir de 1º de junho, quem tem limite de cheque especial acima de R$500 é obrigado a pagar essa tarifa, uma taxa que pode chegar a 0,25% do limite por mês. 

Como vai funcionar essa nova regra?

Pessoas com limites até R$500 de cheque especial, não serão cobradas (fora os juros sobre o que for utilizado, como já era antes). Porém, se o limite ultrapassar essa quantia, o banco poderá cobrar uma tarifa. É Importante salientar que a cobrança é de acordo com o limite disponibilizado, e não com o quanto necessariamente foi gasto no cheque especial. 

Neste cenário, o que fazer?

Uma boa forma de se proteger dessa cobrança é se antecipar e pedir a redução do limite do cheque especial o quanto antes. Em alguns bancos, é possível fazer essa redução pelo próprio aplicativo, sem a necessidade de ir à agência ou ligar para seu gerente.

Também é possível negociar antes para que os bancos não cobrem a tarifa, ou cobrem uma porcentagem mais baixa. Ter um cheque especial com limite mais alto pode ser útil em caso de emergências. Mas a melhor opção para estar seguro quanto aos imprevistos, é ter uma reserva financeira aplicada em algum investimento, em vez de apenas um crédito disponível na sua conta. 

De qualquer maneira, na nova regra criada pelo Banco Central, está determinado que os bancos precisam avisar aos clientes com um mês de antecedência, ao menos. Eles devem entrar em contato com todos os clientes para avisar da cobrança, caso resolvam adotá-la. Assim, é possível escolher entre negociar a taxa e manter o limite do cheque especial mais alto, ou reduzir o valor.

Saiba mais detalhes sobre essa nova regra e o que fazer nessa situação no link a seguir: 

https://economia.uol.com.br/financas-pessoais/noticias/redacao/2019/12/11/atencao-no-cheque-especial-nova-tarifa-vai-debitar-ate-quem-nao-usa-limite.htm?cmpid=copiaecola