Nota sobre Investimentos – Setembro 2021

DATA: 08/10/21 Investimentos

(Atualizado em 25/10/2021)

Setembro foi um mês negativo para os investimentos da Previbayer, o pior para a bolsa de São Paulo desde março de 2020, quando foi declarada a pandemia. Esta começa sair de cena gradualmente, dando lugar a retomada da economia, internamente e internacionalmente. Contudo, o caminho do Brasil parece mais difícil que de seus pares e dos países desenvolvidos.

A recuperação econômica após os piores momentos da pandemia vem com alguns desafios. A persistente inflação, no exterior e no Brasil, é um exemplo. Nosso país, contudo, vem sofrendo mais, pois esta soma-se à persistente alta no dólar, juntamente com o aumento das commodities e crise elétrica, fatos que ajudam ter uma inflação mais alta, principalmente para alimentos.

Este cenário leva os consumidores e empresários a deteriorarem suas expectativas, e, consequentemente, economistas e analistas de mercado a reverem suas projeções para prazos maiores. Isso se traduz em mais incertezas sobre o futuro, que leva o crédito e investimento a serem menores. Ainda que exista um aquecimento da economia devido a retomada do setor de serviços (que é o que mais gera empregos), os fatores negativos levam o Brasil a ser a única grande economia a entrar em desaceleração, como demonstram os indicadores compostos avançados da OCDE¹.

Seguimos atentos às mudanças e nos posicionando no dia a dia estrategicamente para atingirmos nossos objetivos de investimento para cada perfil no longo prazo. Em números, nós fechamos setembro com uma queda de 6,57% no Ibovespa alta de 5,36% no dólar.

¹ Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico

 

PARA DETALHES DE ALOCAÇÃO E RESULTADOS
CONFIRA A LÂMINA DE INVESTIMENTO DE CADA PLANO:

 

 

 

 

 

Rua Domingos Jorge 1100, SP, São Paulo – CEP: 04779-900

Central de Atendimento (de segunda à sexta feira, das 08 às 17h)
0800 818 2020 | contato@previbayer.com.br