arquivos para download

baixe aqui os ultimos arquivos enviados

Olá


TÍTULO

DESCRIÇÃO

EVENTO

GRUPO

Ir para pasta:

Qual a melhor opção para a aposentadoria: Previdência Social ou Privada?

DATA: 01/02/21 Previdência

 

A Previdência Social, organizada e gerenciada pelo INSS, é um seguro social que garante ao trabalhador brasileiro uma renda mensal quando se aposentar. O trabalhador participa desse sistema contribuindo mensalmente, seja a partir de um desconto no salário, ou em pagamentos particulares.

Embora seja uma proposta acessível a todos, quem deseja se aposentar apenas pela Previdência Social contará com alguns desafios. Confira a seguir:

 

VALOR DA RENDA RECEBIDA

Em 2021, o valor mínimo do benefício é de R$1.100 e o teto é de R$6.433,57.

O cálculo do benefício é realizado a partir da média de todos os salários que o contribuinte recebeu, contabilizando da primeira à última contribuição ao INSS.

Os valores são reajustados anualmente, de acordo com o salário mínimo.

FATOR PREVIDENCIÁRIO

Este pode ser um grande vilão nas aposentadorias. Criada em 1999, a regra permite que o trabalhador antecipe sua aposentadoria. Mas também pode cortar em até 50% o valor do benefício recebido.

O fator previdenciário leva em consideração três variáveis para definir o grau de prejuízo ou benefício. São elas: idade, tempo de contribuição e expectativa de vida. 

IDADE E TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO

Essas duas são mais simples de entender. Quanto mais novo você é, menor o fator previdenciário. Assim, se o trabalhador solicitar a aposentadoria antes do tempo, ganhará bem menos do que esperava.

Por outro lado, quanto mais tempo de contribuição o trabalhador tiver, melhor o fator previdenciário – assim, poderá ganhar o valor adequado ou até mais do que esperado na aposentadoria.

EXPECTATIVA DE VIDA

A expectativa de vida significa quanto tempo você ainda tem para viver, depois que se aposentar. Quanto maior a expectativa, menor será o fator previdenciário. Portanto, o trabalhador pode chegar na idade certa para se aposentar pelo INSS, mas caso ainda tenha muitos anos de vida pela frente, terá um valor de benefício menor.

O problema aqui é que esse número se modifica todo ano — pois a expectativa de vida do brasileiro continua melhorando, segundo pesquisas do IBGE. Com isso, o fator previdenciário também reduz a cada ano.

QUANDO SE APOSENTAR

Com as mudanças da Reforma da Previdência, esse fator previdenciário deve se extinguir e passam a valer outras regras, que consideram alíquotas específicas. Entenda melhor clicando aqui.

Além disso, com a Reforma, a idade e o tempo de contribuição também mudam: homens têm que trabalhar por 40 anos e mulheres por 35. A idade mínima para solicitar a aposentadoria passou para 57 anos (mulheres) e 60 (homens).

Benefícios da previdência privada

Por essas e outras razões, muitos brasileiros recorrem a investimentos em previdências privadas para complementar a renda. Afinal de contas, todos nós precisamos de dinheiro para ter qualidade de vida, mais ainda na aposentadoria.

Segundo a Pesquisa Aegon de Preparo para a Aposentadoria 2019, os brasileiros estão otimistas com a aposentadoria: 71% desejam viajar, enquanto outros 63% querem aproveitar o tempo com família e amigos.

O estudo mostra ainda que 18% dos aposentados querem continuar trabalhando, seja na mesma área ou em algo diferente. Uma porcentagem pequena comparada àqueles que querem aproveitar o tempo livre.

Dessa maneira, é essencial começar desde cedo a investir para conquistar uma boa renda e desfrutar a melhor idade com saúde. Um passo importante é se planejar e ter disciplina para economizar um pouco todo mês. Escolher em quais aplicações colocar o dinheiro também pode ser crucial, considerando o longo prazo.

Seja por bancos e seguradoras, ou através da empresa, na previdência privada o contribuinte pode escolher quanto quer pagar e por quanto tempo deixar o valor investido. Ao final, ele recebe o valor proporcional ao quanto contribuiu ao longo do tempo.

Qual delas é a melhor escolha?

A verdade é que você não precisa escolher uma ou outra previdência para se aposentar. Na verdade, muita gente faz uma mescla dos dois modelos e garante uma aposentadoria mais tranquila. 

Na recente matéria que fizemos, nosso assistido Luiz Carlos Gambarine (68 anos) contou sua experiência com as duas aposentadorias. Ele solicitou a previdência social, mas continuou trabalhando. Alguns anos depois, se aposentou e recebeu os benefícios da Previbayer.

Como vimos, dependendo do fator previdenciário, a renda recebida pelo INSS pode ter um valor mais baixo. Por isso, quem consegue se aposentar e continuar trabalhando, pode aproveitar e investir esse valor numa outra aplicação financeira

Esta é uma ótima maneira de fazer o dinheiro render ainda mais para que o trabalhador tenha qualidade de vida na aposentadoria. No site do INSS, é possível calcular quanto tempo falta para se aposentar e qual será o valor do benefício.

Nas previdências privadas, o contribuinte pode definir quando quer resgatar o dinheiro, e de que forma deseja recebê-lo. Além disso, a previdência não tem um valor máximo a ser pago aos contribuintes, o que é outra vantagem sobre o INSS. 

Para os participantes da Previbayer, existe ainda a possibilidade de se aposentar aos 50 anos, dentre outros benefícios. Continue a leitura para conhecer mais vantagens!

Previbayer: para você e sua família

Os planos da Previbayer oferecem uma série de benefícios para os aposentados. No Plano CD, por exemplo, o participante define uma porcentagem a ser investida todo mês, e a Patrocinadora adiciona uma contribuição a mais de igual valor. Há diversas opções para receber o dinheiro quando a aposentadoria chegar, ou caso aconteça desligamento do participante da empresa.

Saiba mais sobre o Plano CD da Previbayer clicando aqui.

Há também o Previleve, plano de previdência complementar para a família. Neste caso, os participantes podem indicar familiares de 1 ̊ grau para aderir e começarem a investir no futuro. As contribuições são a partir de R$50 e podem ser pagas no último dia do mês, ou em qualquer data que a pessoa escolher.

Conheça detalhes do Previleve clicando aqui.

Não resta dúvida de que contar tanto com a previdência social, como com a previdência complementar, faz diferença para ter uma boa renda na aposentadoria. Afinal, para cuidar da saúde, viajar, fazer atividades prazerosas e passar mais tempo com os amigos e a família, é preciso ter recursos financeiros, concorda?

Se você gostou desse conteúdo, não esqueça de enviar para seus amigos e compartilhar nas redes sociais! Continue acompanhando nosso blog para aprender mais sobre qualidade de vida na aposentadoria, além de educação financeira, investimentos e muito mais. 

Rua Domingos Jorge 1100, SP, São Paulo – CEP: 04779-900

Central de Atendimento (de segunda à sexta feira, das 08 às 17h)
0800 818 2020 | contato@previbayer.com.br