arquivos para download

baixe aqui os ultimos arquivos enviados

Olá


TÍTULO

DESCRIÇÃO

EVENTO

GRUPO

Ir para pasta:

Notas sobre Investimentos – Novembro 2019

DATA: 19/12/19 Investimentos

CENÁRIO DOMÉSTICO

Alguns fatos marcaram o mês como a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) contra a prisão após a condenação em segunda instância, medida que resultou na soltura de alguns políticos e empresários envolvidos com a Operação Lava Jato. Houve também frustração com o leilão da cessão onerosa (pré-sal), devido à ausência de grandes investidores estrangeiros e, por último, sinalização por parte do Banco Central através de sua ata, não garantindo novos cortes na taxa básica de juros (taxa Selic) para 2020. Por outro lado, alguns indicadores econômicos avançaram, como a expectativa de crescimento do país medida através do PIB, dando sinais de retomada da atividade econômica.

CENÁRIO GLOBAL

Os principais fatos ficaram em torno da melhora da atividade econômica nos EUA, afastando uma possível recessão, além da perspectiva da manutenção de uma política monetária estimulativa por um período maior, porém, a Guerra Comercial entre EUA e China continuou sem avanço e permanece no radar. Na Europa, o mês também foi positivo, com indicação que uma saída forçada do Reino Unido da Zona do Euro está cada vez mais afastada, inclusive foram convocadas novas eleições e, dados positivos da região mostraram que a atividade econômica parou de piorar. Já a China reduziu a sua taxa de juros, feito que não ocorria desde 2015, com o objetivo de estimular o crescimento, reduzindo custos de financiamento principalmente para as empresas.

IMPACTO NAS CARTEIRAS

O principal impacto no mês ficou no Perfil Aposentado, que possui em sua estratégia, parcela aplicada em Renda Fixa de longo prazo, que sofreu de forma negativa em virtude dos fatores citados no Cenário Doméstico, fazendo com que a rentabilidade dos títulos públicos federais (NTN-B) constantes nas carteiras caísse, contribuindo para o resultado negativo no mês. Já os demais perfis, 0 a 10, 10 a 20 e 20 anos ou mais, também sofreram no mês, porém, como os respectivos além da Renda Fixa possuem parcelas aplicadas em Renda Variável (fundos de ações) que apresentou bom resultado no mês, ancorado pelos sinais positivos da atividade econômica do país, houve uma compensação e os ambos encerraram o mês com resultado positivo.