arquivos para download

baixe aqui os ultimos arquivos enviados

Olá


TÍTULO

DESCRIÇÃO

EVENTO

GRUPO

Ir para pasta:

Orçamento passo a passo

DATA: 28/02/18 Orçamento

Para ter uma visão bem completa de seus hábitos financeiros, é recomendável fazer um levantamento dos últimos doze meses. Assim, você compreende melhor o período, incluindo os gastos sazonais.

A maneira mais indicada é fazendo uma planilha. Quanto mais completa, detalhada e realista for sua planilha, melhor! Tenha em mãos extratos bancários, faturas do cartão, recibos, contas pagas, etc.

Confira como elaborar a sua planilha

  • Passo 1. Quanto você ganha?

Na hora de elaborar sua planilha de orçamento, o correto é começar sempre pela renda líquida.  Seu padrão de gastos deve ser ajustado com base em quanto você ganha, quanto entra de dinheiro na sua conta corrente. Entram nas receitas: seu salário, comissões, bonificações, férias, décimo terceiro, rendimento de aplicações financeiras, etc.

  • Passo 2. Relacione e analise seus gastos

Ao listar suas despesas, relacione primeiro as fixas (como financiamento do imóvel, aluguel, condomínio, conta de luz etc.). Depois, as variáveis (supermercado, conta de telefone, combustível etc.).

Lembre-se dos gastos extras (aqueles que acontecem, durante o mês, sem você esperar), como um passeio do seu filho na escola, um conserto do carro ou um presente de casamento que você precisou comprar. Levante também as despesas com lazer, tais como cinema, teatro, parques, restaurantes etc.

Há ainda os gastos invisíveis! Aquele dinheiro que sai do seu bolso e você nem percebe. Por exemplo: deixa R$ 200 na sua carteira e, quando se dá conta, a quantia já foi! Um cafezinho aqui, um lanche ali, uma guloseima para o filho, um passeio no shopping… São pequenos gastos ao longo do mês que, somados, fazem uma tremenda diferença na sua conta.

Considere ainda na sua planilha os gastos com juros, caso tenha dívidas com cartão de crédito ou cheque especial, por exemplo.

  • Passo 3: Calcule a diferença

Compare receitas e despesas. A planilha de orçamento devidamente preenchida vai mostrar, com clareza, a sua realidade financeira. Qual é a sua situação? Caso esteja gastando menos ou em linha com o que ganha, vale a pena refletir sobre a qualidade destes gastos.

Se tiver o orçamento equilibrado, mas não estiver poupando, procure cortar despesas, de forma a conseguir investir ao menos 10% daquilo que recebe. Tenha como meta montar uma reserva de emergência equivalente a pelo menos seis meses de suas despesas correntes.

Se você está gastando mais do que recebe, não há alternativa, a não ser cortar gastos. Converse com sua a família, todos devem estar envolvidos nesse esforço. O importante é tomar uma decisão diante dos resultados.

E em caso de dúvidas, entre em contato com a gente. Estamos aqui para te ajudar a entender e te orientar para ter tranquilidade no futuro.

Aqui também disponibilizamos a Planilha de Orçamento Pessoal da Previbayer para vocês ficar de olho e acompanhar melhor sua vida financeira.