arquivos para download

baixe aqui os ultimos arquivos enviados

Olá


TÍTULO

DESCRIÇÃO

EVENTO

GRUPO

Ir para pasta:

Me aposentei, e agora?

DATA: 20/05/19 Aposentadoria

Dicas para se manter ativo mesmo sem trabalhar

Quando somos jovens, ficamos ansiosos para nos aposentar, acreditando que teremos mais tempo livre para fazer algo que sonhamos. Mas quando essa fase finalmente chega, ficamos um pouco desnorteados, sem saber o que fazer da vida.

O tempo livre, tão almejado na juventude, começa a gerar incertezas, questionamentos, angústias. Como passamos muitas horas no trabalho, quando paramos de trabalhar, sentimos que nossa vida perdeu o significado.

Mas é justamente nessa fase que surge a oportunidade de investir em algo que você realmente quer. Uma atividade da qual você jamais gostaria de se aposentar. A aposentadoria pode ser uma ótima oportunidade para investir em autoconhecimento e rever seus conceitos sobre a vida.

Essa fase pode ser importante para entender que o seu valor não está somente no trabalho. Existem outros campos da vida que podem – e devem – ser explorados. Fortalecer laços com a família, cuidar melhor da saúde, entrar em contato com o lado espiritual, são algumas coisas que se pode fazer nessa fase e que dão mais motivação para viver.

É essencial usar essa fase para despertar um olhar mais aberto sobre a vida, aproveitar seus potenciais não explorados pela falta de tempo, experimentar o novo, buscar uma atividade que te satisfaça e traga algum ganho financeiro. Um projeto de aposentadoria que traga satisfação.

Não basta cuidar da saúde física e das finanças. É preciso ir além e ter propósitos de vida.” Ricardo de Faria Barros

Como estar preparado financeiramente para a aposentadoria?

Mais tempo livre não significa menos gastos. Na verdade, na aposentadoria, os cuidados com a saúde aumentam, e isso pode ser um gasto a mais. Além disso, para tocar todos os projetos que você sonha em fazer, também é preciso recursos financeiros. Investir em cursos, oficinas, visitar lugares, ir mais vezes ao cinema, ao teatro – tudo conta como gasto.
Planejar-se para essa fase da vida é imprescindível e deve começar o quanto antes. Conhecer os investimentos e suas rentabilidades, buscar maneiras de economizar dinheiro e evitar fazer dívidas muito altas, são maneiras de garantir sua independência no futuro.

Qual a maior dificuldade do profissional para se planejar?

Tomar consciência de que essa fase virá em algum momento, pode ser o primeiro passo para se preparar – não só financeiramente, como também psicologicamente. Buscar outras atividades para realizar, participar de projetos solidários, viajar, tudo pode ser pensado para se adaptar à nova rotina do aposentado.

Com essas ideias em mente, é possível mensurar quanto será preciso para ter a vida que imagina. Também dá para calcular os gastos fixos e variáveis, quanto será preciso gastar para fazer algum curso ou atividade específica, como também considerar os gastos com saúde e bem-estar.

Não existe uma fórmula certa para viver esse momento da vida. Mas a verdade é que todos nós chegaremos à ela. Daí a importância de se organizar, planejar uma carteira de investimentos que possa render uma boa renda para viver plenamente, ao menos próximo da maneira como cada um imagina.

Para falar um pouco mais sobre a aposentadoria e seus desafios, o psicólogo e escritor Ricardo Barros fará uma palestra presencial gratuita na 2ª Semana Mais Futuro, evento alinhado à 6ª Semana ENEF. O encontro será dia 23 de maio, no salão social do clube Bayer, exclusivo para os aposentados. Importante chegar 30min antes. Participe!

A palestra também será transmitida online, via webinar. Confira no link: https://attendee.gotowebinar.com/register/1104777587968882177 

Veja também outras palestras que compõem a programação da Semana no nosso site: http://bit.ly/2semanamaisfuturo