Educação Financeira - Finanças Pessoais

Organização Financeira

Na ponta do lápis

Para começar a se organizar, é necessário se PLANEJAR.

Conhecer os seus gastos e saber quanto você pode poupar todo mês é fundamental para fazer um planejamento financeiro adequado. Poupando um pouco todo mês você terá dinheiro para investir e começar a formar o seu patrimônio.

Para começar, monte uma planilha ou ponha no papel, sua receita x gastos. Considere a sua renda familiar e todas as suas despesas, inclusive as de menor valor. Não se esqueça de ser sincero e honesto com você mesmo. Considere: gastos com moradia, alimentação, filhos, medicamentos, carro, cartões de crédito e até seu lazer. Depois, faça as contas e veja o quanto você pode disponibilizar para seu investimento, ou quanto você está devendo e como pode combater essa dívida (leia os próximos passos a seguir).

Vale fazer um diário de gastos: leve um bloquinho de anotações na bolsa e tudo que você comprar anote nele: o cafezinho, cigarro, chocolate, o sorvete depois do almoço, tudo. No final do dia você saberá exatamente onde gastou o seu dinheiro que estava na carteira e que, às vezes, não sabe onde foi parar. Assim você saberá quanto por mês precisa reservar para esses pequenos gastos.

Pode parecer bobagem, mas são esses pequenos gastos que são um dos maiores vilões do seu orçamento. Se você gastar apenas 2 reais por dia, de segunda a sexta com um café, ou mesmo comendo alguma bobagem na rua e, com isso, ao final de um ano são R$ 504,00 que foram embora sem que você percebesse. E se você gastar 4 reais por dia sem perceber, terá deixado uma TV de LCD sair do seu bolso sem notar.

Baixe aqui nosso modelo de orçamento familiar e o preencha com calma. A partir daí você vai conhecer melhor sua situação financeira.

Se não sobrar, ou sobrar pouco, use as dicas para economizar com pequenas atitudes.

Está na hora de você fazer seu dinheiro render

Agora que já se organizou você tem que gastar menos do que ganha. Aqui vamos dar pequenas dicas que vão fazer a maior diferença no fim do mês.

1. Troque suas lâmpadas incandescentes por fluorescentes
Gastam 60% menos energia.

2. Escolha eletrodomésticos de baixo consumo energético
Procure aparelhos com o selo do Procel (nacionais) ou Energy Star (importados).

3. Não deixe seus aparelhos em standby
Desligue ou tire da tomada quando não estiver usando um eletrodoméstico. A função de standby de um aparelho usa cerca de 15% a 40% de energia.

4. Mude sua geladeira ou freezer de lugar
Ao colocá-los próximos ao fogão, eles utilizam muito mais energia para compensar o ganho de temperatura.

5. Descongele geladeiras e freezers antigos
Se for o caso, considere trocar de aparelho. Os novos modelos consomem até metade da energia e você acaba economizando.

6. Feche suas panelas enquanto cozinha
Ao fazer isso você aproveita o calor que se perderia no ar, economizando gás.

7. Tome banho rápido
O chuveiro é um dos vilões de uma conta de luz alta. Reduza o tempo no banho e veja a diferença depois de um mês.

8. Ande menos de carro
Use mais o transporte coletivo (ônibus, metrô) ou o limpo (bicicleta ou a pé). Você economizará dinheiro, faz bem à saúde e o meio ambiente agradece.

9. Evite gastos supérfluos:
Pense duas vezes antes de comprar qualquer coisa. Pergunte a si mesmo "Eu realmente preciso disso?"

10. Tente comprar à vista. Você tem mais chances de conseguir desconto

11. Jogue uma loja contra a outra
Se alguém te der dinheiro você não vai negar, então por que ter vergonha de pechinchar para gastar menos em suas compras? Ao fazer isso, lembre, você está garantindo mais dinheiro para gastar se divertindo.

12. Pague primeiro as contas que têm juros mais altos

13. Seja objetivo nas suas compras
Faça uma lista do que você precisa para não cair na tentação de comprar além do necessário.

14. Não vá ao supermercado com fome!
Parece bobagem, mas você se induz a comprar mais!

15. O shopping costuma ser mais caro, afinal o conforto tem seu preço.
Então, se puder, planeje comprar sempre com consciência, seja na rua ou no shopping.

16. A ligação do telefone fixo em geral é mais barata, que a do celular, então se for usá-lo, faça de forma eficiente e de modo mais rápido.

17. O celular ganhou um papel fundamental no dia a dia; ligações dentro da mesma operadora são mais baratas, faça uso da portabilidade e economize já!

Se prestar atenção nessas pequenas e simples atitudes, a diferença será grande e você poderá começar a poupar. Valerá a pena fazer um esforço agora e poder comprar produtos à vista, com um superdesconto, ou ainda viajar sem peso na consciência e sem medo da fatura do seu cartão de crédito.

Que tal começar agora mesmo?

Links Especiais

Última atualização:24/09/2014